novafrica@novasbe.pt

Sistemas de Crenças e Comportamentos de Saúde na Guiné-Bissau

Informação do Projeto

Investigadores Principais

Alexander Coutts (Nova SBE)
Teresa Molina (Nova SBE)
Pedro Vicente (Nova SBE)

Coordenação de Campo

Bruno Spellanzon (Nova SBE)

Financiamento

Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)

Parceria

VIDA

Sobre o projeto

Embora as últimas décadas tenham registado progressos notáveis na melhoria dos resultados globais de saúde, a África subsariana continua a ser uma região onde as doenças maternas e neonatais continuam a ser as principais causas de morte [Banco Mundial (2013)]. A Guiné-Bissau não é exceção, com quase 70% da população a viver abaixo do limiar de pobreza. Além de uma alta taxa de mortalidade materna, a Guiné-Bissau sofre de uma alta taxa (25%) de malnutrição crónica.

Este projeto investiga em que medida a baixa procura dos cuidados preventivos de saúde pode ser explicada pela falta de consciência ou conhecimento e até que ponto o conhecimento e as crenças em saúde podem ser alteradas. Este estudo será realizado em duas regiões da Guiné-Bissau, Biombo e Cacheu. Conduziremos um estudo de controlo randomizado que visa fornecer informações de saúde confiáveis para mudar efetivamente o comportamento. Um foco importante desta investigação será estudar e compreender as crenças relacionadas com a saúde, na qualidade de um primeiro passo importante para entender como desenvolver políticas para mudar o comportamento.

Uma componente primária de nosso estudo será fornecer informações sobre os benefícios de produtos e serviços de cuidados preventivos disponíveis, mas subutilizados. Uma das principais inovações desta intervenção é a de estudar como a identidade do provedor de informações é importante para o modo como os indivíduos percebem essas informações e, posteriormente, as usam ao tomar decisões de saúde. Isto será combinado com uma investigação detalhada sobre as crenças dos indivíduos sobre os resultados de saúde.

Este projeto será o primeiro estudo em larga escala a reunir uma intervenção informativa aleatória sobre comportamentos de saúde e a medição directa de crenças na Guiné-Bissau.