novafrica@novasbe.pt

Sobre os Mecanismos da Maldição dos Recursos Naturais: Informação e Comportamento Local da Elite em Moçambique

Informação sobre o Projeto

 

Investigadores Principais

Alex Armand (Universidad de Navarra)
António Cruz (Universidade Eduardo Mondlane)
Pedro Vicente (Nova SBE)

Colaboração

Alex Coutts (Nova SBE)

Coordenação de Projeto

Inês Vilela

Financiamento

3ie – Transparency and Accountability Initiative

Parcerias

@Verdade Newspaper

 

Sobre o Projeto

 

Nos últimos anos Moçambique descobriu recursos naturais substanciais. As reservas de gás conhecidas na bacia de Rovuma têm o potencial de transformar Moçambique num participante global nas exportações de gás natural liquefeito. Sendo uma democracia recente, e com instituições relativamente fracas, Moçambique também enfrenta riscos consideráveis de recursos e má administração de receitas no futuro, particularmente visto que a independência e penetração da comunicação social são baixas e que o nível de responsabilidade política não está a melhorar.

Este projeto de investigação avaliará a distribuição de informação sobre a gestão do gás natural recém-descoberto na bacia do Rovuma e a realização de reuniões de cidadãos onde serão deliberadas as principais prioridades no que concerne das ao modo como as receitas provenientes destes recursos são gastas. Através da disponibilização generalizada de informação sobre a gestão dos recursos naturais no país, a maldição dos recursos pode, eventualmente, ser contrariada.

No dia 6 de março, oNOVAFRICA (Moçambique) em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) e a Universidade de Navarra (Espanha) organizou um workshop sobre iniciativas de transparência e responsabilidade na indústria de extração em Moçambique como uma iniciativa prospetiva para a conceção deste projeto de investigação. Para mais informações sobre este workshop veja aqui.